Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017 | 08:41
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 05 de Julho de 2017, 11h:15
Tamanho do texto A - A+

Corte de verbas obriga Polícia Rodoviária Federal a reduzir atuações no país

O motivo é em função de redução orçamentária, imposta pelo Decreto 9.018/17, de 30 de março de 2017

Cristiano Arruda
Capital News

Divulgação/Assessoria

Policia Rodoviária Federal inicia Operação Corpus Christi 2017

Por falta de verba, Polícia Rodoviária Federal fará redução em atuações no país

A Polícia Rodoviária Federal informou que fará uma redução em atuações em todo o território nacional. O motivo é em função de redução orçamentária, imposta pelo Decreto 9.018/17, de 30 de março de 2017, que dispõe sobre programação orçamentária e financeira do Poder Executivo Federal para 2017, com isso a PRF adotará medidas para adequação à nova realidade orçamentária.

 

Por conta da redução dos gastos, serão afetadas a aquisição de combustível, manutenção e diárias, que entram em vigor a partir do dia 06 de julho, ocasionando: a suspensão dos serviços de escolta de cargas superdimensionadas e escoltas em rodovias federais, suspensão imediata das atividades aéreas (policiamento e resgate aéreo) desempenhadas pela instituição, redução dos deslocamentos terrestres de viaturas em patrulhamento e desativação de unidades operacionais.

 

Em nota, a PRF disse que tentará diminuir o prejuízo no atendimento de ocorrências emergenciais, priorizando atendimento de acidentes com vítimas, auxílios que sejam de competência exclusiva da PRF e enfrentamento a ilícitos.

 

A desativação de unidades operacionais se dará conforme planejamento e adequação regional, com o policiamento das áreas das unidades desativadas sendo assumido por outras unidades operacionais, de acordo com critérios da gestão regional.

 

Deurico/Capital News

Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Por falta de verba, Polícia Rodoviária Federal fará redução em atuações no país

O administrativo terá mudança no horário de atendimento, a partir da data prevista as mesmas passam a funcionar ao público entre 09 e 13h, já as superintendências regionais da divulgarão novos horários de funcionamento e atendimento.

 

Por fim, a Polícia Rodoviária Federal informa que junto com o Ministério de Segurança Pública já estão discutindo com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão uma ligeira recomposição do orçamento e consequente retomada dos serviços realizados pela instituição.

 

O Sindicato dos Policiais Rodoviários de Mato Grosso do Sul se pronunciou por meio de nota, dizendo estar preocupado com a decisão tomada pelo Governo Ferderal e que para Mato Grosso do Sul, as conseqüências tornam-se um problema ainda maior de Segurança Pública, tendo em vista que o Estado faz fronteira com países conhecidos pela produção de drogas, no qual se tornou um corredor de escoamento para os grandes centros.

 

Por fim, o SinPRF-MS também espera que as tratativas junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública em conjunto com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão possam normalizar o mais breve possível os serviços da PRF em todo o Brasil.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix